quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Minha Canção De Amor, Você (...)!

Autor: Edjannio Silva Freitas
Professor da Rede Municipal de Carira-SE. 
 
Procuro o amor em uma canção
Que me traga, paz ao coração
E, nas cordas desse meu violão
Enterneço para sempre, emoção...

Desse amor, quero viver a paixão
Nas batidas do tic, tac, pelo verão
Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. Em refrão
Puramente em minha pulsação...

Procuro o amor em uma canção
Que me traga, paz ao coração
E, nas cordas desse meu violão
Enterneço para sempre, emoção...

Desse amor, espero pela inovação
Nesse pulsar de busca e sensação
Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. Vibração
Ativando as raízes de cada atuação...

Procuro o amor em uma canção
Que me traga, paz ao coração
E, nas cordas desse meu violão
Enterneço para sempre, emoção...

Que o amor, não seja de situação
Nem inspire, a viver por decepção
Dó, ré, mi fá, sol, lá, si. Hipertensão
Comovente e, de uma triste ilusão...

Procuro o amor em uma canção
Que me traga, paz ao coração
E, nas cordas desse meu violão
Enterneço para sempre emoção...

Que o amor, supere a ingratidão
Jamais esmoreça pela compaixão
Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. Trovão?
Relampejemos, outra percepção...

Procuro o amor em uma canção
Que me traga, paz ao coração
E, nas cordas desse meu violão
Enterneço para sempre, emoção...

Do amor, não espero comoção
Tampouco, sentimento em vão
Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. Só ação
Irradiando o poder da interação...

Minha Canção De Amor, Você (...)! 
Em 13/02/2013 às 20h e 52min. 
Dedicado especialmente para você (...)!

Um comentário:

  1. Obrigado, pela publicação querida Iza Bel. Um forte abraço!!!

    ResponderExcluir